Minha Triste Imperfeição
“Ela tem sérios problemas pra dormir, rola de um lado, rola de outro e não pega no sono de jeito nenhum. Ainda não sabe se sofre de insônia ou de lembranças.”
400.   (via revivenciador)
“Prefiro me comunicar por linguagem corporal. Nada mais bonito do que falar com olhar, com toques, gestos, ou até mesmo com sorrisos. Nada mais sincero do que ler o olhar de alguém e saber de tudo o que está afligindo o coração do mesmo. Prefiro um abraço do que um amontoado de palavras. Um aperto de mão, em vez de algumas frases. É bonito ler as entrelinhas de alguém, não pelo o que se fala, mas pelo o que se observa.”
Leonardo Martins.   (via poetadoalem)
“Eu gosto de você. E gosto de ficar com você. Meu riso é tão feliz contigo.”
Tribalistas.  (via ui-lesbian)
“E assim, aos poucos, ela se esquece dos socos, pontapés, golpes baixos que a vida lhe deu, lhe dará. A moça — levanta e segue em frente. Não por ser forte, e sim pelo contrário: por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo.”
— Dom Casmurro (via starteddreams)
“Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia noite. É minha função escolher que tipo de dia vou ter hoje. Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem a poluição. Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício. Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo. Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido. Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho. Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a Deus. Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades. Se as coisas não saíram como planejei posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar. O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser. E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma. Tudo depende só de mim.”
Charles Chaplin. (via oxigenio-dapalavra)
“E no entanto nada é tão verdadeiro como o instante em que me recordo de ti. E são tantos os instantes em que sou o instante em que me recordo de ti. Dos teus braços finos, do teu peito macio, das tuas mãos frágeis. Das tuas palavras no ouvido, dos teus gestos desenhados, dos teus passos vagarosos.
Nada é tão doloroso como lembrar o espaço vazio que resta das lembranças. Nada é tão vazio como o espaço sem nada do que um dia foi tudo.”
in “O Livro dos Loucos”, de Pedro Chagas Freitas (via oxigenio-dapalavra)
“Você vai tirar sua roupa molhada de suor e vai entrar no chuveiro por uns 30 minutos, aparentemente tudo bem, você,como de costume vai trancar a porta de seu quarto e quando pousar a cabeça no travesseiro, as lágrimas e a vontade incontrolável de gritar tomarão conta do seu corpo, e então em menos de 1 minuto você estará totalmente dominado pela dor, vais perder o chão diante teus pés e correr em um labirinto que não tem saída, o travesseiro vai diminuir o som do teu grito e tua maquiagem vai borrar com as lágrimas,você vai começar a implorar para que o tempo volte e você faça tudo certo,mas o tempo não vai voltar e isso vai fazer com que tu chore e repita bem baixinho, me perdoa. Magoar uma pessoa não é fácil né?Bom agora você sabe como eu me senti depois disso.”
“Pessoas cometem erros, até aquelas que amamos.”
A última música.  (via doistonsdeamor)
THEME